sábado, 27 de maio de 2017

O mito está morto! - "Eva Perón", de Copi

por Carmem Toledo

Hoje assisti a mais uma edição do Ciclo de Leituras Teatrais da Casa do Saber.
Desta vez, o texto escolhido foi "Eva Perón", do dramaturgo, romancista e cartunista argentino Copi (Raul Damonte Botana). Quem executou (maravilhosamente) a leitura foram Renata Carvalho, Paulo Arcuri, Ronaldo Serruya e Luiz Gustavo Jahjah, sob a direção de Luiz Fernando Marques Lubi.
A seguir, convido-os a conhecer um pouco sobre o contexto da obra, bem como minhas impressões sobre ela e o evento que envolveu a mim e aos demais presentes em sua apreciação.

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Paulistanos & Paulistanices (antologia organizada por Thais Matarazzo)


Tenho o prazer de informar que um texto de minha autoria faz parte da antologia "Paulistanos & Paulistanices", organizada por Thais Matarazzo!
O livro reúne artigos que exploram memórias e curiosidades de São Paulo, contribuindo para a difusão da cultura e da história da "Cidade da Garoa".
Minha contribuição é sobre o bairro do Pari e sua diversidade cultural!

quarta-feira, 3 de maio de 2017

O que queremos ver? - Identidade vertical, horizontal e escolhas em 'TERRADOIS'

por Carmem Toledo

Já falei a respeito do programa televisivo “TERRADOIS”, produzido pela TV Cultura. Depois de assistir ao episódio de ontem - “Aquele que não quer ver” -, resolvi escrever novamente, motivada pelo tema debatido. Hoje, manipula-se o que sempre concebemos como natural, imprevisível e inelegível: embriões são modificados, fazendo com que nossas escolhas sejam, ao mesmo tempo, expressões de liberdade e de imposição. Esta seria uma das realidades de “TERRADOIS”, ou da pós-modernidade. No texto abaixo, vou um pouco mais além e tento analisar outras questões que me vieram à mente enquanto assistia ao programa.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Ressignificações: Banda Vexame, música brasileira e meu amor pela arte

por Carmem Toledo

Hoje, resolvi compartilhar com os leitores alguns detalhes de meu amor às artes - mais especificamente, como se deu esta descoberta. Para isso, falarei sobre ressignificações na música brasileira e nas escolhas profissionais. Como ambas se relacionam? Começarei falando sobre uma banda que simplesmente adoro e chegarei ao ponto em comum.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Ciclo de Leituras da Casa do Saber: "ARTiculose", de Gerald Thomas

por Carmem Toledo

Ontem, assisti à leitura do texto "ARTiculose", de Gerald Thomas. O evento foi mais uma edição do Ciclo de Leituras Teatrais da Casa do Saber - uma iniciativa da atriz Maria Fernanda Cândido (que compõe o conselho diretor da instituição), idealizada com o intuito de colocar o público em contato com textos, encenadores e atores, promovendo o debate sobre a arte, o trabalho de cada profissional e a produção dramatúrgica. O texto foi lido pelo próprio autor e pelas atrizes Fabiana Gugli e Maria de Lima. O evento foi intermediado por Mario Vitor Santos (diretor executivo da instituição). A seguir, tentarei transmitir minhas impressões sobre a leitura.
"Culturofagia" (culturofagicamente.blogspot.com) é de autoria de Carmem Toledo. Está proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo aqui publicado, inclusive dos disponibilizados através de links aqui presentes. A mesma observação se estende a todos os blogs e páginas da autora ("Super Specialis", "O Caminhante Solitário", "Sophia... Ieri, Oggi, Domani", "A. B. A. C. A. T") e toda e qualquer criação, seja em forma de texto ou ilustração, por ela assinada.

Culturofagia

O Caminhante Solitário

Sophia... Ieri, Oggi, Domani

Super Specialis